O que responder quando...

Quando falam que a Bíblia é machista. Parte 1 (bases bíblicas que exaltam as mulheres)

20427256_1497264393669175_1021257355_o.png

     Quantas vezes já ouvimos ou lemos essa afirmação? Inúmeras vezes, não é mesmo? Tanto na internet, como na televisão ou até mesmo alguém que está do nosso lado. Eles aparecem com essa história de que: “ah, a Bíblia é machista”, ou “ah, a Bíblia reprime a mulher.” Mas hoje irei te mostrar como essas pessoas que falam isso nunca estiveram tão enganadas.

     Irei dividir esse post em duas partes. A primeira parte, que é a de hoje, abordará 10 passagens bíblicas que valorizam E MUITO as mulheres e suas explicações. Na segunda parte, que será semana que vem, o post irá abordar as passagens bíblicas que o pessoal diz que mostra o “machismo na Bíblia” e a refutação dos argumentos usados por eles.

     Os posts funcionarão da seguinte forma: primeiro, como subtítulo estará a passagem e o lugar onde está escrito, abaixo virá a explicação do texto, ressaltando as partes principais dele. Então vamos lá!

1 – “Também você, marido, na vida em comum com a esposa, reconheça que a mulher é o sexo mais fraco e que por isso deve ser tratada com respeito. Porque a esposa também vai receber, junto com você, o dom da vida, que é dado por Deus. Aja assim para que nada atrapalhe as orações de vocês.” (1 Pedro 3:7)

     Aqui o Apóstolo Pedro está dizendo que é para os maridos darem lugar as suas mulheres na hora do sexo. Pelo fato da mulher ser o sexo mais fraco (Pedro se refere a uma questão biológica, muscular), pelo fato da mulher ser mais delicada, mais frágil, quem manda na relação sexual é ELA. Se ela diz não, maninho… É NÃO! E PONTO FINAL. Ela que diz se vai rolar ou não. Super machista isso, né?

2 – “Como é difícil encontrar uma boa esposa! Ela vale mais do que pedras preciosas!” (Provérbios 31:1)

     No Antigo Testamento, onde a Lei prevalecia, onde as coisas eram mais “olho por olho e dente por dente” nós temos o capítulo 31 do livro de Provérbios, UM CAPÍTULO INTEIRO SOMENTE DEDICADO AS MULHERES, ele lista atributos de uma mulher virtuosa, ele diz que a mulher virtuosa é orgulho do seu marido, diz que o marido a elogia com prazer dizendo: “Muitas mulheres são boas esposas, mas só você é a melhor de todas”. (Provérbios 31:29), que seus filhos a respeitam, que ela é forte, esforçada, trabalhadora.

     Não existe na Bíblia um capítulo, em nenhum livro, em nenhum testamento que é dedicado somente ao homem, mas existe um capítulo inteiro dedicado as mulheres.

3 – “O empregado perguntou: E o que é que eu faço se a moça não quiser vir comigo? Devo levar o seu filho de volta para a terra de onde o senhor veio?” (Gênesis 24:5)

     Nessa passagem da Bíblia Abraão manda seu servo buscar uma esposa para seu  filho Isaque. Naquela época, sim, a cultura era muito mais de evidência para o homem do que para a mulher, havia, sim, na cultura judaica, uma segregação da figura feminina. E nesse texto onde Abraão manda buscar uma esposa para o filho, de um ponto de vista histórico redacional, não era comum dar evidência a um escravo e a uma mulher, mas notamos duas coisas de diferentes nesse texto. Primeiro: Abraão da a missão ao escravo de ir cumprir o juramento. Segundo: Abraão deixa na mão da mulher cumprir ou não a missão e o juramento. Ele diz ao escravo: “Se a moça não quiser vir, você estará livre deste juramento.” (Gênesis 24:8)

     Tanto o escravo quanto a mulher, que eram os mais segregados na época, são os mais importantes na hora de cumprir a promessa de Deus na vida de Isaque.

4 – “Débora, mulher de Lapidote, era profetisa. Era também juíza dos israelitas naquele tempo. Havia uma palmeira entre Ramá e Betel, na região montanhosa de Efraim. Débora sentava-se debaixo dela, e os israelitas vinham até ali para que ela julgasse as questões que eles traziam.” (Juízes 4:4-5)

     Numa época onde ainda não existia reis em Israel, quem comandava o povo de Israel eram juízes que se legislavam por um determinado tempo e depois eram trocados.

     Naquela época só existiam homens juízes, mas Débora foi a primeira juíza sobre Israel, ela dominou Israel numa época onde líderes governamentais eram todos homens.

5 – “Vá reunir todos os judeus que estão em Susã, e jejuem em meu favor. Não comam nem bebam durante três dias e três noites. Eu e minhas criadas jejuaremos como vocês. Depois disso irei ao rei, ainda que seja contra a lei. Se eu tiver que morrer, morrerei.” (Ester 4:16)

     Ester foi uma rainha libertadora de Israel, lembrada até por esse povo, lembram como a mulher que livrou os israelitas das mãos dos Assírios.

     Ester usou toda sua sabedoria e muito jogo de cintura para salvar o seu povo, e é dada como uma das mulheres mais sábias e corajosas (como podemos ver no versículo acima, onde ela irá enfrentar o rei Hamã cara a cara) do seu tempo.

6 –  “-Maria- disse Jesus. Ela virou e respondeu em hebraico: – Rabôni! (Esta palavra quer dizer “Mestre”). Jesus disse: – Não me segure, pois ainda não subi para meu Pai. Vá se encontrar com meus irmãos e diga a eles que eu vou subir para aquele que é o meu Pai e o Pai deles, o meu Deus e o Deus deles.” (João 20:16-17)

     Esse é meu motivo favorito de o motivo que a Bíblia não é machista.

     Meu amigo: AS MULHERES SÃO AS PRIMEIRAS (Maria Madalena e Maria, mãe de Jesus) A VEREM JESUS RESSUSCITADO, E AS PRIMEIRAS A DAREM A NOTÍCIA AOS APÓSTOLOS.

     Aí você pensa: Ta, e daí?

     Daí que naquela época a palavra das mulheres não valia nem em tribunal, não tinha valor, imagina então para falar para os apóstolos que Jesus havia ressuscitado. O testemunho de uma mulher para um judeu não valia nada, mas para a Bíblia valeu, e valeu muito.

     Se a Bíblia fosse machista (ou quisesse vender uma história falsa), ela diria que tinha sido os homens que haviam visto Cristo Jesus ressuscitado para passar mais credibilidade, MAS NÃO, a Bíblia não se importa se foram os homens ou as mulheres. Ela ainda nem omite quem foi, a Palavra de Deus da nome e sobrenome.

7 – “Um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas aproximou-se e me disse: “Venha, eu mostrarei a você a noiva, a esposa do Cordeiro.” (Apocalipse 21:9)

     Os salvos do Senhor, ou seja, a sua igreja, é comparada a uma NOIVA, e não a um noivo. Tanto homens quanto mulheres devem ter o orgulho de dizer: Eu sou a noiva de Cristo!

     É uma honra, para nós, saber que o senhor Jesus anceia pela união eterna com sua noiva, que somos nós.

8 – “Jesus terminou, dizendo: Jerusalém, Jerusalém […] Quantas vezes eu quis abraçar todo o seu povo, assim como a galinha ajunta os seus pintinhos debaixo das suas asas, […].” (Mateus 23:37)

     Nesse versículo , Deus, nosso Senhor, é comparado a uma galinha que acolhe os seus pintinhos. Muitos dizem por aí que Deus é homem, mas a Bíblia explica Deus muito mais vezes com símbolos femininos do que masculinos.

     Não estou dizendo que Deus é mulher, entenda bem. Deus não é um nem outro, mas para que possamos entender o amor de Deus pelos seus, a Bíblia usa muito mais a figura materna para isso.

9 – “Ele bateu na porta da frente, e a empregada, que se chamava Rode, foi ver quem era. Quando reconheceu a voz de Pedro, ficou tão contente,  que, em vez de abrir a porta, voltou correndo para contar que Pedro estava lá fora.” (Atos 12:13-14)

     Nessa passagem o apóstolo Pedro estava na cadeia injustamente, até que um anjo do Senhor o libertou de lá. Ao sair da cadeia, Pedro foi até a casa de Maria, mãe de João Marcos, onde muitas pessoa estavam ali orando para que ele fosse liberto.

     Já vimos que naquela época a mulher e o empregado eram os dois segmentos mais desprezados pela sociedade Judaica, mas para a Bíblia isso não importa, por que ela relata que foi uma mulher a primeira a ir dar a notícias aos demais que o milagre havia ocorrido e que Pedro estava liberto.

     A palavra do Senhor não tem nenhum problema em relatar o testemunho feminino, trata ele com o mesmo valor de um testemunho masculino.

10 – “Marido, ame a sua esposa, assim como Cristo amou a igreja e deu a sua vida ela.” (Efésios 5:25)

     Olha que coisa mais linda! Paulo manda os maridos amarem tanto suas esposas a ponto de darem suas vidas a elas como Cristo deu pela igreja.

     Meu amigo, o amor de Cristo não tem igual, Ele saiu da sua glória, se fez homem, para se entregar na cruz, sofrer e salvar pecadores. E Paulo manda os maridos amarem as esposas nesse nível aí.

     A psicologia nos diz que o limite do amor é esse: quando tu é capaz de morrer para salvar uma pessoa quer dizer que tu ama ela. E Paulo nos ensina a amar e cuidar bem das mulheres no mesmo nível que Cristo fez com sua igreja, sua amada noiva.

     E aí? Me parece que o jogo virou não é mesmo? Haha. Brincadeiras a parte, lembre sempre de não ser um viciado em debates que se importa somente em ganha-los, se importe em mostrar Jesus para as pessoas, se preocupe em levar o verdadeiro Evangelho que está nas Escrituras Sagradas para quem não o conhece ou o entende de uma forma errônea, busque sempre mostrar a verdade com zelo e compaixão. Seja um cristão até quando te afrontam e discordam de você.

J.G. – 27/07/2017

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s