Cristianismo na prática

Como estudar a Bíblia? Parte 2

20643678_1506839996044948_652762795_n

     Meus amados e amadas, venho trazer à vocês um post em continuação a série “Como estudar a Bíblia? (Parte 1 aqui) que irá edificar e muito suas vidas (se Deus assim quiser). Não que os outros não tenham esse mesmo objetivo, mas esse é um post que, se eu tivesse lido logo que comecei a estudar a palavra, teria poupado tempo.

     Logo que o Senhor despertou em mim o interesse por estudar a Bíblia, surgiram muitas dúvidas na minha cabeça. O que estudar? Como estudar? Por onde começar? Pois é, muitas dessas dúvidas só foram ser respondidas recentemente. Mas hoje venho contar um meio que eu uso para estudar e fixar o que eu aprendi, e quem sabe esclarecer uma dúvida sua! Seja bem-vindo ao Um Par de Bíblia!

     Todo culto que eu vou, levo sempre comigo minha Bíblia (ÓBVIO!!!), um estojo enorme com muitas canetas, marca texto, corretivo (porque sou dessas hahah) e um bloquinho, que uso para fazer minhas anotações. E o que seriam essas anotações? Eu comecei a faze-las na Escola Dominical, quando meu Pastor começou o estudo do livro A Confissão de Fé de Westminster. Aqui, ele tem o costume de usar slides, o que facilita muito as anotações. O processo é meio complicado: eu copio o que está no slide, que normalmente são tópicos, enquanto escuto a explicação e, após cada tópico explicado, anoto o que acho relevante da explicação. Deu para entender? Hahhah

     Faço isso não somente na EBD, mas em todos os cultos e encontros de jovens que vou. Alguns não tem o apoio do slide, mas são nesses momentos que nos viramos nos trinta para aprender mais da Palavra de Deus. Você deve se questionar: mas eu realmente consigo prestar atenção no culto? Sim, de fato eu consigo. Sou uma pessoa que aprendo muito mais anotando as coisas do que apenas ouvindo. Por isso, vale você testar essa dica.

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.” 2 Timóteo 3.16-17

     Agora vamos para a segunda etapa: a reaprendizagem. E o que faremos com um monte de anotações, que muitas vezes ficam uma confusão só, flecha pra cá, flecha pra lá? Como já contei para vocês, eu dedico todo dia um tempo para o estudo da Palavra, e eu aproveito esse momento para reaprender as coisas que anotei dos cultos. Eu pego a Bíblia, o bloquinho, meu estojo e um caderno (que eu tenho especialmente para isso) e começo a reescrever tudo que anotei, procurando fazer links com o que escrevi, vendo se preciso acrescentar algo, mudar, é realmente um estudo do que aprendi naquele culto. Eu releio os versículos, anoto outros que sei que se encaixam com o assunto e vou sempre estudando.

    Essa é uma maneira muito boa de eu fixar melhor as práticas daquele estudo, de estudar com mais calma do que no culto e de realmente aprender para usar no meu cotidiano. Fora que não corremos o risco de estudar de maneira errada, não aprendendo realmente o que o Senhor gostaria que aprendêssemos (esse é um cuidado que devemos ter sempre) e refletindo sobre o aprendizado. Esse método é bom principalmente pra quem tem pouco conhecimento sobre a Palavra e para quem ainda se sente inseguro em estudar algo por si só. Claro que não devemos nos deter apenas nisso, mas é uma boa ajuda.

     Esse é um meio que eu uso, asseguro para vocês que funciona.  Mas, acima de tudo, peça para Deus lhe auxiliar a aprender como estudar a palavra, e faça o estudo diariamente.

“Cometemos um grande erro quando invertermos as prioridades da vida. Viver a vida de ponta cabeça é uma insensatez. Jesus disse que devemos buscar em primeiro lugar o seu reino e sua justiça e as demais coisas nos serão acrescentadas. Coisas não podem tomar o lugar de Deus em nossa vida. Quando colocamos Deus em primeiro lugar em nosso coração e em nossa agenda, as demais coisas vêm a reboque!” Hernandes Dias

        Por isso, contribua com mais pessoas e deixe aqui nos comentários a forma que você utiliza para estudar. E lembre-se:

“Devo gastar as melhores horas do dia em comunhão com Deus. É a minha ocupação mais nobre e mais frutífera, e não deve ser colocada em segundo plano.” Robert Murray M’Cheyne

Graça e Paz!

C.B. – 14/08/2017

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s