Cristianismo na prática

Sofrer por Cristo

     Debates em aulas hoje são muito frequentes, até mesmo em uma roda de amigos. E quais os principais assuntos? Os polêmicos, é claro! Feminismo, homossexualidade, machismo e sexo são os mais frequentes. Diante desses assuntos, você tem coragem para expressar sua posição quanto a isso, ou apenas fica quieto? Quando me refiro a sua posição, supondo que você seja um cristão, não estou dizendo quanto ao que você mais tem afinidade, mais gosta ou mais acha certo. Me refiro a Bíblia. Ao que está lá e que nós, cristãos, devemos seguir. Passei meu ensino médio inteiro fugindo disso por ter medo do que os outros iam pensar em relação ao que acredito. Boa parte dessa fuga foi por não ter argumentos com relação ao que acreditava. Eu apenas acreditava e fim. Mas, hoje, iremos falar sobre sofrer por Cristo.

      O que seria sofrer por Ele? Afinal, ser cristão é apenas dizer que acredito em Deus, em Jesus e ir a igreja, certo? Errado! Ser cristão vai além disso, vai além de viver em um mundinho fechado, em uma bolha. De fato, vivemos na contramão desse mundo, mas, isso não nos tira a responsabilidade de mostrar ao mundo a maneira correta de se viver. Mesmo que isso custe caro.

“E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.” João 8:32

     Conheço inúmeras pessoas que trabalham há anos em um local, mas as pessoas de lá não tem nem noção de que essa pessoa é cristã. Outro dia ouvi uma cristã falando de que o modo como ela vivia fazia os outros gostarem dela como cristã. Legal isso, né? Mas como ela vivia? COMO O MUNDO VIVE! Ela não se importava em pregar a verdade custe o que custar, ela apenas minimizava o cristianismo a algo que agradasse seus colegas. E eles diziam para ela “nossa, como tu é diferente de outra cristã que conheci, ela era daquelas radicais, que fazia tudo conforme a Bíblia e pregava isso a todo momento, tu não, é mais flexível”. Queremos nós que o mundo nos caracterize como FLEXÍVEIS???? Que o mundo nos odeie! Que o mundo odeie suas práticas por meio de nossas vidas! Que a gente sirva para que eles vejam o verdadeiro evangelho, que eles vejam o quão corrompidos são!!!

“Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a ele.” Romanos 12:2

     Semana passada, no final de uma aula, estávamos discutindo sobre um livro que falava de contos adolescentes, em que de maneira simbólica ele retratava os conflitos que passamos nessa fase. Um desses contos falava sobre a questão sexual, mais especificamente masculina, e uma colega minha não entendeu essa linguagem simbólica. Então toda uma discussão se iniciou, em virtude de nossas experiências influenciarem nossa visão e entendimento do mundo. Assim que essa colega saiu da sala, outras começaram a falar do motivo dela não ter entendido: ela é virgem. Diante disso, outra colega veio conversar comigo sobre isso e então, para surpresa dela, eu falei: ah, eu também sou virgem. VOCÊS NÃO TÊM NOÇÃO DA CARA QUE ELA FEZ. Se fosse antes, eu logo teria mentido ou ficaria dias e dias mal, por ela estar me achando estranha. Mas hoje, a pessoa que sou hoje, que Deus moldou a sua maneira, não se importa com isso. Agora eu fico mal quando deixo passar a oportunidade de mostrar aos outros a visão correta das coisas, a visão Bíblica.

“A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.” Martinho Lutero

     Logo que tive contato com a teologia reformada, e tive o encontro com o verdadeiro evangelho, muitas coisas mudaram em minha vida. Nasci em uma igreja pentecostal em que as práticas eram totalmente heréticas, então no momento em que tive esse novo contato, já não conseguia frequentar aquele local. Diante disso, muitos problemas surgiram. Minha família não aceitou. A família do meu noivo, que também teve o encontro com o verdadeiro evangelho, não aceitou. Proibiram a gente de se ver, falavam mal, riam da gente, debochavam, indiretas e mais indiretas. Isso no início nos afetou, ainda mais em relação aos nossos pais, que era o que mais nos trazia problemas. Mas depois, ambos tomaram a decisão de não se importar, afinal, o que importa é obedecermos a vontade do pai, independente da implicação disso.

“Porque para mim, o viver é Cristo e o morrer é lucro!” Filipenses 1.21

      Outro exemplo, fugindo totalmente dos que foram dados acima: sempre foi meu sonho aprender inglês e falar fluentemente. Sempre quis fazer intercâmbio e esse foi nosso sonho como casal (ainda está nos nossos planos <3). Todo dia eu estudava inglês, em casa, sozinha e eu realmente estava aprendendo, mas para isso eu tinha que dedicar muito do meu tempo, limitando meu tempo para coisas mais importantes, como o estudo da Bíblia e a oração. De fato, fico triste por não estar conseguindo aprender um novo idioma, mas desde que parei com os estudos tenho tido um tempo maravilhoso com o Pai. Os planos de Deus sempre se encaixam, mesmo que a gente não entenda, o importante é confiar e seguir.

“Então Jesus disse aos seus discípulos: “Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.” Mateus 16:24

Por fim, deixo um conselho a vocês: sofram por Cristo, sofram pela propagação do seu evangelho, sofram pela verdade. Não devemos nos moldar ao mundo, devemos ser crucificados por eles. Ah, deixo para vocês meditarem uma pequena história, que serviu e serve de meditação e santificação na minha vida.

Graça e Paz!

“John Wesley estava pregando pelo país, montado em seu cavalo, meditando na palavra de Deus. Ele percebeu que em três dias ninguém o tinha perseguido, ninguém o tinha caçado, ninguém o tinha amaldiçoado, ninguém tinha tentado bater em seu corpo com paus e pedras. Então ele desceu de seu cavalo, e começou a orar e indagar em seu coração. Ele disse: “Deus, eu me tornei um homem carnal? Minha mensagem se tornou tão mundana que ninguém mais me persegue?” Exatamente neste momento de sua oração um fazendeiro que odiava John Wesley, o viu orando, pegou um tijolo, e jogou nele, que passou raspando o seu nariz. Então Wesley louvou ao Senhor, dizendo: “Deus, muito obrigado! Agora sei que o Senhor confirmou seu favor por mim.” Então quando você se levanta e pessoas aplaudem é meio assustador, você espera que seja um reflexo de piedade de ambas as partes, mas você nunca tem certeza. Precisamos entender que o cristianismo nunca será amigo deste mundo. O cristianismo sustenta o único caminho para a salvação deste mundo, eles nunca serão amigos. O cristianismo nunca se mistura as exigências do mundo, mas as exigências deste mundo se misturam a ele.” Paul Washer

C.B. – 21/08/2017

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s